logo


Lula parabeniza vitória de Hollande na França

O ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva enviou mensagem parabenizando o recém-eleito François Hollande como presidente da França. Durante a campanha eleitoral, Hollande citou Lula como uma de suas inspirações políticas, “por ter conseguido ser ele mesmo, fiel aos seus valores, a sua luta sindical e, ao mesmo tempo, ter feito do Brasil um dos países mais dinâmicos do mundo”, segundo informações do Instituto Cidadania.

Hollande, candidato do Partido Socialista, fez as afirmações durante uma entrevista à revista Paris Match.

Em carta, Lula afirmou que a “chegada à presidência foi uma vitória da tradição francesa de defesa da igualdade, uma fonte de inspiração e força para todos nós que lutamos por um mundo mais justo e solidário” e ressaltou “a volta ao poder na França do Partido Socialista, do grande François Mitterrand”.

O ex-presidente brasileiro disse ainda que Hollande terá Dilma Rousseff como uma parceira excepcional da França.

O novo presidente citou ainda ex-presidente sul-africano Nelson Mandela, “por sua coragem”, e o presidente americano Barack Obama, “pelo simbolismo excepcional que representa”. O francês citou ainda o ex-chanceler alemão Helmut Kohl pela “força que ele transmitia e pela consciência de sua responsabilidade histórica no momento da reunificação da Alemanha”.

Veja abaixo a carta enviada por Lula a Hollande: 

Meu querido companheiro François Hollande,

Parabéns pela sua vitória. A sua chegada a presidência foi uma vitória da tradição francesa de defesa da igualdade, uma fonte de inspiração e força para todos nós que lutamos por um mundo mais justo e solidário.

Após tanto tempo, valeu a espera pela volta ao poder na França do Partido Socialista, do grande François Mitterrand.

Eu tenho certeza que sua liderança terá um importante impacto em toda a Europa, em um momento onde são fundamentais a coragem e a ousadia para a população do continente retomar a esperança e a economia voltar a gerar empregos.

A juventude europeia olha com entusiasmo para Paris, em busca de novos caminhos para voltar a ter confiança no futuro. Não podemos nos contentar com planos de austeridade que propõem recessão, perda de direitos, corte de salários e desemprego.

A sua vitória significa a possibilidade da volta de um projeto europeu generoso, com crescimento e sem qualquer tipo de intolerância ou xenofobia. Porque a União Europeia, mais do que pertencer aos europeus, é um patrimônio de toda a humanidade, como um símbolo da paz e exemplo de cooperação para outras regiões do mundo.

Eu também tenho a mais plena confiança de que encontrará na presidenta Dilma Rousseff uma excepcional parceira da França, e que serão reforçados os projetos e os laços de amizade que unem nossos países. [Via Band]

Ainda não foram encontrados posts relacionados.