logo


JBS vai assumir operações da Doux no Brasil

 

A Doux Frangosul anunciou oficialmente, nesta sexta-feira (4), um acordo com o Grupo JBS Friboi, que irá assumir as operações da companhia francesa no Brasil. Gigante no setor de carnes, a JBS entrará no mercado brasileiro de aves arrendando por dez anos – com a possibilidade de compra – as unidades da empresa, que tem sede na cidade gaúcha de Montenegro e plantas também em Caxias do Sul e Passo Fundo.

Em comunicado feito nesta manhã na unidade de Montenegro da Doux, os dirigentes da JBS anunciaram que nos próximos seis meses deverão ser investidos cerca de R$ 300 milhões para quitar as dívidas da empresa – R$ 100 milhões apenas para pagar as dívidas com mais de 1,5 mil integrados, que devem começar a receber a partir da próxima semana.

Assim, as unidades deverão retomar as operações a partir de 15 de junho, com o abatimento inicial de 840 mil frangos por dia. Até setembro, a empresa deverá estar operando na capacidade máxima, abatendo 1,1 milhão de frangos por dia.

Conforme Wesley Batista, CEO da JBS, a empresa não fez uma compra total porque faltaria tempo para uma avaliação completa do tamanho da dívida. “Se esperássemos até semana que vem, a situação entraria em colapso, desmontando a cadeia já formada”, disse Batista.

Em comunicado, a JBS afirmou que “não assumirá nenhuma pendência, encargo, constrição, penhora e impedimentos de qualquer outra natureza”. O contrato, conforme a companhia, é apenas de locação de ativos.

Com a operação brasileira, a empresa irá manter os 6 mil empregos diretos nas plantas da Frangosul e deverá elevar em mais de 15% sua capacidade de produção no mundo, que passa a ser de aproximadamente 9 milhões de aves por dia. Para administrar os ativos, a JBS vai criar uma nova divisão de negócios dentro do grupo: JBS Aves Brasil, que terá como presidente e CEO James Cleary. [Via Jornal do Comércio]

Ainda não foram encontrados posts relacionados.