logo


Hollande e Sarkozy se enfrentam em debate a quatro dias do segundo turno das eleições

Imagem: International Business Times

Brasília – O presidente da França, Nicolas Sarkozy, e seu adversário político, François Hollande, se enfrentam hoje (2) no último debate antes do segundo turno das eleições presidenciais, no dia 6. O debate é organizado pelas redes de televisão privada, TF1, e pública, France 2. Será transmitido também por quatro emissoras de televisão e seis rádios na França e seguirá uma série de regras estritas, previamente definidas por representantes dos candidatos.

A ideia é que os dois candidatos discutam temas considerados de interesse dos franceses, como a queda no poder aquisitivo, os riscos de desemprego, a política externa francesa, além de questões sociais.

Pelas regras do debate, Hollande abrirá a discussão. O candidato socialista adiantou que usará um tom ‘áspero’ e que está confiante. ‘Não é uma luta de boxe ou uma briga, eu não tenho esse tipo de comportamento’, acrescentou Hollande.

Sarkozy disse que fará um debate para os franceses. ‘Será necessário que François Hollande faça aquilo que ele detesta: ser franco’, reagiu. A porta-voz de Sarkozy, Nathalie Kosciusko-Morizet, acrescentou que: ‘[Hollande] é um candidato vago, fugidio, que não responde às perguntas’.

Temas polêmicos, como o caso do ex-diretor-presidente do Fundo Monetário Internacional (FMI) Dominique Strauss-Kahn – acusado de estupro nos Estados Unidos pela camareira Nafissatou Diallo, e que era apontado como candidato do Partido Socialista para a Presidência da República -, devem ser abordados no debate.

Pela última pesquisa sobre intenção de votos, do Instituto Ipsos, Hollande segue na liderança com 7 pontos à frente de Sarkozy. O socialista tem 53% das intenções de votos contra 47% do candidato da direita.

*Com informações da emissora pública de rádio da França, RFI//Edição: Graça Adjuto. [Via MSN]

Ainda não foram encontrados posts relacionados.