logo


Franceses que moram no Brasil votaram para Presidência da França

Imagem: CBS

Mais de 15 mil franceses que moram no Brasil e brasileiros com nacionalidade francesa estavam aptos a votar até as 18 horas de ontem (21) em um dos dez candidatos à Presidência da República da França. O número representa 32% de eleitores a mais do que o registrado nas eleições presidenciais de 2007.

“Fizemos uma grande campanha para estimular os franceses no país a votar e, além disso, é uma votação especial por ser muito aberta. Pela primeira vez, cinco candidatos têm mais de 10% de intenção de votos, cada”, disse em Brasília o conselheiro de imprensa da Embaixada da França, Stéphane Schorderet.

Schorderet explicou que essa distribuição dos votos entre os candidatos Nicolas Sarkozy (que tenta a reeleição), François Hollande, Jean-Luc Mélenchon, François Bayrou e Eva Joly pode ser uma motivação para a participação de mais franceses no processo eleitoral.

Outra razão que pode justificar o aumento do número de votos dentro e fora da França é o indicativo revelado em pesquisas pré-eleitorais de que 30% dos eleitores vão votar nos candidatos da extrema direita (Marine Le Pen) ou da extrema esquerda (Jean-Luc Mélenchon).

A maior parte dos eleitores franceses no Brasil está concentrada em São Paulo e Curitiba. As duas capitais, juntas, contabilizam 5,4 mil registros. As votações também acontecem no Rio de Janeiro (5,1 mil eleitores), Belo Horizonte (526) e Brasília (884).

Na capital federal, durante a tarde, muitos franceses, como a professora Isabelle Sophie, que mora no Brasil há sete anos, fizeram questão de participar da eleição, mesmo estando tão longe do país natal. “Acho importante exercer esse direito. Pessoas perderam a vida, na época da Revolução [Francesa], para garantir esse direito e temos que fazer isso, nem que seja em respeito a eles”, disse Isabelle.

“Não abro mão desse direito. Nos foi dada essa oportunidade e temos que aproveitar. Ao menos para mostrar que temos voz e participação”, disse o geólogo brasileiro Kaiser Gonçalves de Souza, que também tem nacionalidade francesa.

Na França, a votação ocorre amanhã (22). Os primeiros resultados devem começar a ser divulgados a partir das 15h, horário de Brasília. [Via Pernambuco.com]

Ainda não foram encontrados posts relacionados.