logo


Cinema Detalhado: Le Couperet – O Corte

Uma das promessas antigas do Cinema Detalhado, nessa semana finalmente sai a crítica do filme francês O Corte. Dirigido pelo polêmico e extremamente talentoso Costa-Gavras que costuma tratar temas densos e gosta de projetos controversos como: O Quarto Poder (1997) que crítica a imprensa e Amém (2002) que analisa as omissões da igreja no holocausto. Todos projetos bem fortes, mas muito bem feitos que conseguem aliar uma boa produção e boas atuações com um bom roteiro, conseguindo entreter e fazer o espectador pensar.

Em O Corte, Bruno Davert (José Garcia) é um executivo francês especialista em papéis, que perde seu emprego depois de 15 anos na mesma empresa, em um corte coletivo. Dois anos depois ele continua desempregado e cada vez mais deprimido. Até que ele descobre uma solução para acabar com a concorrência no mercado de trabalho. Apesar de sua grande experiência e competência ele sabe que não é o único no mercado em busca de um bom emprego. Porém, ele tem um plano para eliminar a concorrência. Literalmente.

Uma das pricipais qualidades do filme é conseguir fazer graca da propria desgraça (de Bruno no caso) e tecer uma crítica sobre o atual sistema capitalista, a falta de amparo aos desempregados e o que um homem desesperado é capaz de fazer para manter a sua família e sonhos. Desta maneira O Corte nos faz refletir essa triste realidade que infelizmente faz parte do nosso cotidiano, pessoas que perdem seus empregos e se submetem a situações desumanas para poder sobreviver.

Ao longo da trama o a película consegue alternar as incursões criminosas de nosso anti-herói com uma outra empreitada igualmente complicada, que é manter sua família na ignorância e unida apesar da crise. Observamos como as coisa vão desmoronando ao seu redor, a distância da mulher, a vergonha que tem dos filhos, a perda de bens, a entrada de seu filho para o mundo do crime e como isto afeta a percepção deste pai da família.

O Corte é mais uma bela produção do cinema francês que consegue produzir filmes de qualidade muito alta, aliando o entretenimento com críticas  a sociedade. Um longa que tem um diretor seguro, atores muito bem ambientados dentro de um tema denso e controverso, que conseguem sustentar essa história polêmica, inusitada e também divertida. Os fãs de humor negro, ou aqueles que gostem de filmes com algo a mais irão se deliciar com essa produção.

Veja mais no Cinema Detalhado